Inscreva-se em nossa News

Assine colocando seu email logo abaixo.

Ir ou não ao Museu Van Gogh?

Uma das atrações mais visitadas de Amsterdã é o Van Gogh Museum (Museu Van Gogh). Por conta disso faz parte do roteiro básico pela capital da Holanda.

Então a pergunta do título desse post parece meio estranha, não é?

Pois é… nem sempre um lugar que está no roteiro básico significa que deve ser obrigatoriamente visitado. Esse é um dos motivos de gostar de escrever os roteiros em tópicos, listando o que é popular ou interessante. Dá a oportunidade de fazer uma seleção a partir do gosto pessoal de cada um.

Enfim, esse é exatamente o caso do Museu Van Gogh, já que conheço muita gente que foi e não gostou! Pessoas que acharam uma furada!

Esse post é para que você tire suas próprias conclusões 🙂

girassois van gogh amsterdam holanda
Essa é a única foto possível de tirar dentro do museu… A reprodução de um quadro numa parede. Aff!

Holanda e Van Gogh são quase sinônimos. Isso é fato.

O pintor meio perturbado que cortou a orelha e se matou tem um museu só dele em Amsterdã. O Van Gogh Museum fica em um prédio moderno e com forte segurança (excessiva até demais para o meu gosto), onde não é possível tirar fotos das obras em exposição.

Ali há uma apresentação de toda a obra do pintor em paralelo com uma linha do tempo de sua vida.

Vemos os primeiros quadros, com um estilo bem tradicional e diferente daquele que o consagrou, pouquíssimas obras famosas (basicamente uma versões dos girassóis e do quarto azul) e outras do final de sua vida. Afinal os mais famosos quadros de Van Gogh estão espalhados pelo mundo (MoMa, British Museum, Louvre, etc.).

quarto-azul-van-gogh-museu
Uma das versões do quarto azul.

Assim, não espere um museu enorme. É pequeno.

Também não espere um museu com inúmeras obras do pintor em seu estilo mais consagrado. Vai se decepcionar.

Um museu acolhedor? Não, a arquitetura e ambiente são muito impessoais.

Porém, apesar de tudo isso, achei a visita interessante mais pelo panorama didático da obra de Van Gogh do que propriamente pela oportunidade de ver as obras que o tornaram tão famoso.

Respondendo a pergunta do título do post: vá, não acho uma perda de tempo, mas tenha suas expectativas dentro da realidade. Pé no chão!

As filas nesse museu são bem grandes. Compre o ingresso usando nossa parceria Ticketbar. Atenção: o ingresso é com dia e hora marcados. Se perder, dançou!

Uma experiência bacana é conhecer o museu na sexta-feira à noite. A partir das 18h rola o Friday Nights no Museu Van Gogh, com música, dj e bar, tudo combinado com a possibilidade de ver o acervo do museu.

O museu também tem a lojinha básica, mas beeeem carinha!

Ah! É possível combinar o Vang Gogh Museum com o Rijksmuseum, ficam bem pertinho um do outro. Tudo na Museumplein.

Se quiser uma outra visão sobre o Museu Van Gogh, confira esse post super detalhado do nosso blog parceiro Turistado.in:

O Museu Van Gogh em Amsterdam

Deixe sua opinião sobre o museu? Conheceu? Gostou?

———————————————————–

icon-car.pngKML-LogoFullscreen-LogoQR-code-logoGeoJSON-LogoGeoRSS-Logo
Van Gogh Museum

carregando mapa - por favor aguarde...

Van Gogh Museum 52.358416, 4.881076

  • endereço: Museumplein 6, Amsterdã.
  • horário: Diariamente, das 9h às 18h. Sexta-feira até às 22h.
  • ingresso: € 18.00 (adulto – menor de 18 anos é de graça), compre aqui. Se quiser incluir o audioguia veja aqui. Possível combinar o ingresso com o passeio de barco, economizando, olhe aqui.
  • como chegar: a partir da Estação Central, tram 2 ou 5, parada Van Baerlestraat. De ônibus, linhas 170 ou 172, parada Rijksmuseum ou Museumplein.
  • site: https://www.vangoghmuseum.nl/en



Compartilhe
        
     
Post Autor
Lulu Freitas
Carioca que ama viajar. Meu lema: "Vivo para viajar. Viajo para viver". Compartilho aqui minhas experiências de viagens pelo mundo, com dicas sobre tudo o que conheci e adorei.

comentários

4 comentários
  1. postado por
    Lidiane Albuquerque
    ago 10, 2017 Reply

    Caramba, eu adorei o Museu do Van Gogh, já fui dus vezes (rs) e sempre indico (rs). Uma coisa que achei que foi ótimo foi usar e indico é o audio guia (disponível em português) nesse museu, porque ele vai explicando tudo, a historia por traz do quadro, o momento pessoal do artista, achei que fez toda a diferença. Tirando museus de historia, que gosto muito, acho que esse é meu museu favorito 🙂 Mas gostei de ver sua visão sobre o museu.

    • postado por
      Lulu Freitas
      ago 18, 2017 Reply

      Oi Lidiane, museu é uma coisa muito pessoal. Há alguns que a gente ama e outros nem tanto. Acho que tem um pouco de empatia envolvido. rsrs

  2. postado por
    Dicas de Viagem: Conhecendo o Museu Van Gogh em Amsterdam
    out 29, 2016 Reply

    […] Ir ou não ao Museu de Van Gogh? […]

  3. postado por
    Tina Wells
    mar 4, 2016 Reply

    Não gostei mais pelo arquitetura impessoal e fria do prédio – já sabia que as melhores obras estão em outros museus pelo mundo que tive oportundade de ver (Dorsay e National Gallery). O Picasso também tem um museu dele em Barcelona, que não tem obras famosas, mas que conta sua trajetória e é bem mais legal que o do Van Ghog. Sei lá, talvez por não ser tão “esnobe”!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais fotos de minhas viagens

Siga o blog no Instagram, por lá rolam muitas outras fotografias dos lugares mais lindos que já visitei. São fotos de viagens, lugares, roteiros de viagens e dicas com passeios surpreendentes.

Junte-se ao Instagram