Inscreva-se em nossa News

Assine colocando seu email logo abaixo.

Volta ao passado no Museu da República

Eu morei na minha infância pertinho do Palácio do Catete, onde funciona o Museu da República. Só que não me lembrava de tê-lo visitado por dentro, apenas frequentar o seu jardim. Por que lembrei disso? Porque assisti dia desses o filme Getúlio, com o Toni Ramos fazendo o papel de Getúlio Vargas.

Fiquei meio encucada com isso e resolvi ir lá visitar.

Era um sábado e tinha alguns turistas, poucos, mais tinha. Definitivamente o Museu da República não está na rota turística do Rio.

Até por isso o atendimento não é lá aquela coisa… Na entrada não há informação sobre o valor e, muito menos, que o pagamento só em dinheiro. Os guardas estão mais focados em ficar no celular e conversar.

Um pouco da história do Palácio do Catete

O casarão foi construído entre 1858 e 1867 pelo Barão de Nova Friburgo e era um símbolo do poder dos barões do café no Brasil Império. Após a sua morte e tendo passado para as mãos de outros proprietários, acabou sendo comprado pela União Federal no governo de Prudente de Moraes para sediar a presidência da República (1896).

O Palácio do Catete tinha o apelido de Palácio das Águias, por conta das estátuas de águias que decoram sua fachada.

Foi sede durante 64 anos da presidência até a transferência da Capital Federal para Brasília em 21 de abril de 1960. Com essa mudança, foi criado o Museu da República para funcionar no local, sendo inaugurado em 15 de novembro do mesmo ano.

Visitando o Museu da República

A visita é pelos três andares do prédio, sendo que o terceiro está em obras, parcialmente interditado.

O passeio começa no primeiro andar. A entrada do Museu da República é pelo hall onde está a escadaria que leva ao segundo andar. É bem imponente, com estátuas e um belo piso.

museu da republica palacio do catete escada hall de entrada
A escada do hall de entrada.

Só que antes de subir, precisamos visitar os cômodos do primeiro andar… dando uma volta até terminar de novo no hall de entrada.

No primeiro andar há uma exposição com a história do casarão, alguns utensílios de época e uma linha do tempo de fatos históricos da República enquanto ali foi a sede do governo.

exposição do museu da republica no palacio do catete
A exposição é bem simples.

Também passamos pelo Salão Ministerial, cujas janelas dão para o jardim, com uma mesa imponente e bela pintura no teto.

sala ministerial do palacio do catete
Sala ministerial.

O segundo andar, chamado de “piso nobre”, era destinado a recepções, saraus e eventos oficiais. Fiquei muito impressionada com o luxo dos ambientes. Muitos espelhos, pinturas e uma decoração pomposa e requintada, condizente com a época e com a importância do Palácio.

salão veneziano do museu da republica no palacio do catete rio de janeiro
Salão do segundo andar chamado Salão Veneziano, usado para saraus.

 

salão de banquetes do palacio do catete no rio de janeiro
Salão de banquetes.

Não imaginava que fosse tão luxuoso!

Há também o gabinete do presidente.

claraboia do palacio do catete rio de janeiro
Claraboia no terceiro andar do palácio.

O terceiro andar era a área privativa do presidente e sua família. Como disse, está em obras. Só temos uma visão da claraboia que adorna o teto do palácio e do quarto que reproduz o aposento onde Getúlio Vargas cometeu suicídio.

quarto do presidente do museu da republica no palacio do catete
Quarto com os móveis utilizados por Getúlio Vargas.

 

pijama e arma de getulio vargas no museu da republica no palacio do catete
O pijama e a arma.

O famoso pijama não está em exposição, havendo uma foto em seu lugar. Podemos ver a arma utilizada e a carta de despedida:

“(…) Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue terá o preço do seu resgate. Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na história.”

Senti falta em todo o passeio de maiores informações sobre as salas e detalhes das decorações. Havia uma sinalização de áudio guia mas isso não foi oferecido na entrada. Acho que o serviço não está funcionando…

O jardim do Museu da República

A visita ao interior do Museu da República é interessante, mas o jardim tem um charme que me encanta.

Destaque para as palmeiras imperiais e o lago.

jardim do museu da republica no palacio do catete
Um dos detalhes do belo jardim.

 

palmeira do jardim do museu da republica do palacio do catete
As palmeiras. Como são lindas!

 

lago e ponte do museu da republica no palacio do catete
A paisagem é muito bucólica.

O acesso é gratuito, por isso é muito frequentado pelas pessoas do bairro, sendo uma área de lazer com muitas crianças brincando e idosos sentados nos bancos tomando sol.

———————————————

Conclusão: é um bom passeio. Se tiver um tempinho na agenda pode ser uma opção para fugir do lugar comum de praia, samba, Corcovado e Pão de Açúcar.

———————————————-

icon-car.pngKML-LogoFullscreen-LogoQR-code-logoGeoJSON-LogoGeoRSS-Logo
Palácio do Catete

carregando mapa - por favor aguarde...

Palácio do Catete -22.925859, -43.176221

 

  • endereço: Rua do Catete 153, Catete.
  • horário: 3a a 6a feira das 10h às 17h30; sábado, domingo e feriado das 11h às 17h30.
  • valor: R$ 6,00 (inteira)
  • como chegar: metrô – estação Catete.
  • site: http://museudarepublica.museus.gov.br



Compartilhe
        
     
Post Autor
Lulu Freitas
Carioca que ama viajar. Meu lema: "Vivo para viajar. Viajo para viver". Compartilho aqui minhas experiências de viagens pelo mundo, com dicas sobre tudo o que conheci e adorei.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais fotos de minhas viagens

Siga o blog no Instagram, por lá rolam muitas outras fotografias dos lugares mais lindos que já visitei. São fotos de viagens, lugares, roteiros de viagens e dicas com passeios surpreendentes.

Junte-se ao Instagram