Receba matérias por email!

Dicas de viagem para o Japão: organiza-se!

dicas de viagem para o Japão, Dicas de viagem para o Japão: organiza-se!
Home  »  ÁsiaDestinosJapão   »   Dicas de viagem para o Japão: organiza-se!

Algumas dicas de viagem para o Japão, um país incrível e muito diferente do Brasil, como mostrei quando contei as minhas impressões sobre o Japão.

Para não se estressar e tudo correr bem, confira essas dicas! Tentei ser o mais prática possível.

Não se esqueça de fazer seu seguro viagem pela SegurosPromo. Com o cupom LETSFLYAWAY5 você ainda tem 5% de desconto.

Veja também:

Dicas de viagem para o Japão

dicas de viagem para o japao palacio de osaka
Palácio de Osaka.

1. Visto para o Japão

A primeira das dicas de viagem para o Japão é sobre o visto.

Sim, precisamos tirar visto para o Japão. O processo é bem rigoroso, embora seja ágil.

Veja todos os detalhes para solicitar o visto de turismo para o Japão aqui. Em resumo, é preciso:

  • preenchimento do formulário de visto obtido no site do consulado
  • 1 foto 3 x 4
  • passagem aérea com data de ida e volta
  • cronograma de viagem (preencher modelo fornecido no site do consulado)
  • comprovante de renda (cópia dos 3 últimos contracheques ou da declaração de imposto de renda)
  • pagamento de taxa no momento da retirada (valor mínimo de R$ 86,00, depende do tipo de visto)

Na planilha com o roteiro no país tem que indicar datas, cidades e hotéis. Não precisa exibir as reservas, mas é bem provável que o consulado faça a checagem da informação prestada. Então nada de ficar inventado! Não há problema alterar posteriormente as reservas.

O meu visto foi emitido em 24h. Fui em um dia de manhã e no dia seguinte já estava liberado.

2. Como chegar

As duas rotas de avião mais comuns são via Los Angeles e via Dubai.

Eu optei por Dubai, voando de Emirates. Aproveitei para na ida fazer um stopover, mas isso é outra história.

O voo é cansativo (25 horas no total, contando a escala) e o fuso difícil (12 horas). A paradinha em Dubai de 3 dias foi boa, porque ajudou na adaptação (lá são mais 8 horas).

Veja promoções de passagem com a Passagens Promo:

[ppromo_passagens origin=”GRU” destination=”NRT” limit=”6″ tags=”japão” month=”07″ /]

A chegada será por Tóquio, que tem dois aeroportos internacionais: Narita e Haneda. Atenção!

3. Imigração no Japão

A imigração é bastante tranquila, bastando apresentar o passaporte. Não foram feitas perguntas.

Depois de pegar as malas passamos por um segundo controle da imigração, precisando apresentar o formulário de entrada para o país.

Na minha chegada demoramos mais de 1 hora na fila de atendimento, estando em obras o setor.

4. Fuso horário

O fuso horário entre o Japão e o Brasil é de 12 horas para frente. É como “viajar para o futuro”.

5. Quando ir ao Japão

dica viagem japão flor cerejeira sakura
Flor de cerejeira durante a sakura.

Sem dúvida a melhor e mais linda época do ano para visitar o país é durante a sakura, a floração das cerejeiras. Esse espetáculo da natureza acontece em geral entre o final de março e meados de abril. Marca o fim do inverno e o início da primavera e é uma época de temperatura mais amena.

A data exata é difícil de precisar, mas como isso é algo muuuuuito importante para os japoneses, com alguns meses de antecedência são feitas previsões e é possível encontrar essa informação no Google.

Serve como uma orientação de quando marcar a viagem (foi o que fiz e deu certo). Outro detalhe é que o fenômeno começa no sul do país aos poucos vai se espalhando e “subindo” para o norte do Japão.

Porém, se escolher essa época se prepare para preços mais salgados, atrações mais cheias de turistas e alguma dificuldade de hospedagem.

Quando estive por lá, exatamente nesse período, os primeiros dias foram de chuva e frio, mas a cada dia a temperatura ia subindo um pouquinho. No final de 2 semanas, gloriosos dias de sol. E a sakura em alguns lugares no auge e em outros no finalzinho (as folhas verdes se misturando com as flores e as pétalas espalhadas pelo chão, formando um tapete).

dica de viagem japao primavera chuvosa toquio portao palacio e predio
Um dia chuvoso de primavera no Japão.

Evite ir na época dos três principais feriados nacionais, quando os japoneses aproveitam para viajar: Golden Week (uma série de feriados entre o final de abril e início de maio), Oshogatsu (Ano Novo, em janeiro) e Obon (Finados, em agosto).

O verão japonês é bastante úmido e abafado, mas se quiser conhecer o país nessa época poderá ir nas praias (em especial no sul há cenários lindos como Okinawa) e apreciar os inúmeros festivais de fogos de artifícios que acontecem nesse período.

O outono é outra época muito popular, com as folhas marrom e vermelha típicas dessa estação. O país se transforma e o cenário é bem bonito.

O inverno é bem frio, então se quiser pegar pegar neve é uma opção (com todas as dificuldades naturais de turistar em temperaturas mais baixas).

6. Transporte no Japão

dica japao shinkansen
Shinkansen, o trem rápido japonês.

O melhor meio de se locomover dentro do país é de trem usando o JR Pass, um passe de trem vendido exclusivamente para os turistas e uma das dicas de viagem para o Japão mais preciosas.

Esse passe tem que ser adquirido antes de chegar ao Japão (não é vendido lá).

Já como andar pelas cidades depende de cada uma. Metrô, ônibus, bonde… cada uma tem o seu melhor meio de transporte.

O JR Pass também é legal porque em Tóquio podemos usar na cidade as linhas de trem que passam por ela. Uma delas – a Yamanote Line – leva para os locais das atrações mais importantes. Então, é uma super economia!

Até porque o metrô de Tóquio é bem complicadinho (operado por várias empresas diferentes, com bilhetes avulsos e tarifas com preços variáveis).

7. Moeda

A moeda japonesa é o yen. A cotação é 1 yen = U$ 100.

Nem sempre é fácil encontrar yen aqui no Brasil, não é toda casa de câmbio que trabalha.

Se levar dólar (esqueça o real!), os melhores locais para troca são as cidades grandes. Você encontrará casas de câmbio com certa facilidade, em especial nas principais estações de trem (que são verdadeiros centros comerciais).

Nas cidades menores haverá mais dificuldade de encontrar local para trocar dinheiro.

Ah! Você vai encher sua carteira de moedinhas!

Nas lojas há até uma bandeijinha ao lado do caixa para você colocar o dinheiro (você não entrega diretamente ao funcionário). Na hora do troco, o funcionário irá colocar as moedas que irá lhe entregar de troco junto com o cupom fiscal na mesma bandeijinha para você pegar. Se não houver a bandeijinha, junte as duas mãos e espere o caixa colocar o troco. É considerado grosseiro não respeitar esse pequeno ritual. Você precisa receber o troco e, principalmente, não conferir! Ao menos na frente do caixa. Essa é uma grosseria mor!!

Aliás, as moedinhas são usadas em todos os lugares. Há alguns que sequer aceitam notas (ex.: ônibus). Como japonês é super organizado, você provavelmente encontrará uma maquininha para trocar nota por moeda.

Não tive dificuldade em usar cartão de crédito nas cidades principais. Porém nas menores e, principalmente, no comércio e restaurante mais “local” muitas vezes só se aceitava dinheiro.

8. Wi-fi no Japão

A grande decepção da minha viagem. Nos primeiros dias foi impossível se conectar nas redes de wi-fi disponíveis em locais públicos.

Somente consegui usar quando descobri o app Japan Conected-free Wi-Fi. Mesmo assim, com uma velocidade a desejar.

Se não quiser ficar dependendo do wi-fi já saía daqui do Brasil com um chip de viagem internacional. Use a nossa parceria com a Yes Brasil!

9. Comida no Japão

dica japao sushi prato apresentação
Olha que lindo essa prato, a delicadeza da apresentação.

Dicas de viagem para o Japão sem falar de comida?! Impossível!

Comer é uma aventura, afinal o idioma atrapalha, né gente? Mas os salvadores cardápios com foto estavam lá para ajudar!

Esqueça boa parte da comida japonesa que conhecemos aqui no Brasil. As combinações inusitadas daqui (frutas, cream cheese, etc.) não se encontram por lá.

Os tradicionais sushis e sashimis estarão lá. E ma-ra-vi-lho-sos.

A água da torneira é potável, pode ser bebida.

Contei aqui em detalhes sobre a experiência de comer no Japão.

10. Religião

Você irá passear por muitos templos no Japão. O país é uma incrível mistura de modernidade e tradição.

As duas principais religiões do país são o budismo e o xintoísmo. Cada uma com costumes próprios e outros comuns. Sempre templos de uma arquitetura deslumbrante e que ao mesmo tempo transmitem muita paz.

Os templos Senso-ji em Tóquio e Fushimi Inari em Kyoto são exemplos de templos budista e xintoísta, respectivamente. Ambos imperdíveis de se visitar!

A Bruna do blog Expressinha escreveu um post sensacional explicando sobre o budismo e o xintoísmo no Japão.

11. Compras no Japão

rua de compras dica japao
Takeshita Street, uma das ruas de compras mais movimentadas em Tóquio.

As lojas de conveniência são uma verdadeira salvação. Você encontra em todo lugar e elas vendem de tudo um pouco.

As grifes famosas de todo o mundo estão por aqui, óbvio. Os modelos muitas vezes adaptados para o mercado local. Vamos combinar que viajar até aqui para isso não tem muita graça.

O legal é procurar coisas típicas daqui: quimono, porcelana, hashi. Todo o trabalho de artesanato e de produtos made in Japan é muito delicado. Único.

Outra boa pedida no Japão são as lojas de 100 yen (mais ou menos 3 dólares). São incríveis! Sabe aquela loja de 1,99 porém enorme, com variedade e coisas bacanas (e alguns cacarecos que todo mundo precisa)? É isso aí! Ótima para comprar aquela coisa que você não sabia que precisava até chegar lá ou uma lembrancinha de viagem.

Esse tipo de loja se chama hyaku yen shoppu e a rede mais famosa é a Daiso.

Ah! Você deve estar perguntando: e os eletrônicos?

Vou confessar: fui em Akihabara, o bairro dos eletrônicos em Tóquio e… entendi nada!! Era um monte de produtos, tudo em japonês… Já não entendo muito de tecnologia, olhava aquilo tudo e não sabia se era novo (não dizem que tudo é lançado lá primeiro?) ou se o preço era bom. Enfim, não sou a melhor pessoa para dar dicas nesse setor.

12. Hospedagem

Os quartos dos hotéis no Japão são pequenos. Isso é mundialmente famoso.

Mas é possível ter conforto, sim.

Uma dica: peça seu quarto de hotel não fumante e reforce esse pedido no ato da reserva. Se não pode acontecer o que houve comigo mais de uma vez: quando fiz o check in acabei em quarto de fumante. Sem choro nem vela… Aff!

Aproveite e reserve o seu hotel com a nossa parceria com o Booking:


Booking.com

13. O que levar na mala para o Japão

A última das dicas de viagem para o Japão é o que levar na mala.

Eu fui na primavera e levei um casaco de frio. Ainda bem porque peguei alguns dias bem frios e de chuva em Tóquio. À medida que os dias foram avançando o tempo melhorou e uma blusa de manga comprida de malha ou de manga curta com um casaquinho foram o ideal.

Roupas e sapatos confortáveis para caminhar bastante.

No inverno, roupa de frio pesada porque, como disse lá em cima, faz frio!

No verão, roupas leves, mas evite blusas muito decotadas. A cultura lá é meio recatada.

Coloque na mala uma toalhinha de mão ou lenço de bolso. Por que? É super comum nos banheiros não haver papel toalha nem aquela máquina de vento para secar a mão (para não haver desperdício de recursos). Todos os japoneses têm uma toalhinha para chamar de sua na bolsa. Eu logo também adotei esse hábito por lá.

toalhinha dicas de viagem para o japao
As toalhinhas são lindas e você encontra em todo lugar.

Adaptador de tomadas também é bom: o padrão lá é igual ao americano (dois pinos achatados).

……………………..

Gostou das nossas dicas de viagem para o Japão? Deixe seus comentários!

Receba matérias por email!

Post Autor
Lulu Freitas
Carioca que ama viajar. Meu lema: "Vivo para viajar. Viajo para viver". Compartilho aqui minhas experiências de viagens pelo mundo, com dicas sobre tudo o que conheci e adorei.

comentários

24 comentários
  1. postado por
    Fabio Ayub Brasil
    jun 5, 2018 Reply

    Que post completo. Adorei! Deve ser demais andar no Shinkansen, o trem rápido! Se a comida japonesa daqui já é boa, imagino a de lá! rsrs

    • postado por
      Lulu Freitas
      jun 11, 2018 Reply

      Oi Fábio, obrigada pelos elogios. bjs

  2. postado por
    Denise Barreto da Silva
    jun 1, 2018 Reply

    Dicas preciosas, Lulu! Sobre o visto, a melhor época do ano para ir… Eu acredito que em relação à comida eu também sofreria de abstinência rs
    Abraços!

    • postado por
      Lulu Freitas
      jun 4, 2018 Reply

      Obrigada Denise! bjs

  3. postado por
    Pedro Henriques
    jun 1, 2018 Reply

    Mas que grande artigo de viagem para o Japão. Tudo muito bem explicado desde a chegada ao aeroporto até à moeda, transportes, vistos, etc. Bem escrito e organizado. Parabéns.

    • postado por
      Lulu Freitas
      jun 1, 2018 Reply

      Oi Pedro! Super obrigada! bjs

  4. postado por
    Gabriela Torrezani
    jun 1, 2018 Reply

    Muuuuito bom esse post, com dicas super práticas para quem quer visitar o Japão! Eu tenho muita vontade, infelizmente ainda não consegui me organizar…

    • postado por
      Lulu Freitas
      jun 1, 2018 Reply

      Obrigada Gabriela!!! bjs

  5. postado por
    Mapa na Mão
    jun 1, 2018 Reply

    Muito legal as dicas, muito úteis! Uma pena que não tem rota de avião direta, né? As escalas são de cansar qualquer um! E o fuso horário, então? Nossa! Quando você começa a se acostumar já é hora de voltar, hahahahaha.

    • postado por
      Lulu Freitas
      jun 1, 2018 Reply

      Até que não sofri muito com o fuso da ida. Quando cheguei no Brasil é que foi difícil. Foram uns 2 dias para começar a me adaptar. bjs

  6. postado por
    Viaje Comigo
    jun 1, 2018 Reply

    oi! Não sabia dessa da toalha! Que máximo! O Japão esteve desde sempre na minha lista de viagens a fazer mas infelizmente ainda não se proporcionou! Vou guardar estas dicas para o futuro! 😀 Boas viagens!

    • postado por
      Lulu Freitas
      jun 1, 2018 Reply

      Que bom que gostou das dicas. Obrigada pelos elogios. bjs

  7. postado por
    Patricia
    jun 1, 2018 Reply

    Ótimas dicas para quem vai para o Japão! É bem isso mesmo.
    Babei na foto do prato. hahaha

    • postado por
      Lulu Freitas
      jun 1, 2018 Reply

      Oi Patricia, obrigada! bjs

  8. postado por
    Camila Neves
    maio 31, 2018 Reply

    Que sonho conhecer o Japão! Fiquei com água na boca lendo sobre a comida, sou apaixonada pela culinária japonesa! Parabéns pelo post 🙂

    • postado por
      Lulu Freitas
      jun 1, 2018 Reply

      Oi Camila, obrigada! bjs

  9. postado por
    Deisy Rodrigues
    maio 31, 2018 Reply

    Amei suas dicas e como ela estão bem explicadas, pra quem está planejando uma viagem pro Japão é de grande ajuda ou até mesmo quem deseja conhecer mais sobre ele, viajei um pouco pro Japão no seu post.

    • postado por
      Lulu Freitas
      maio 31, 2018 Reply

      Obrigada pelos elogios Deisy. bjs

  10. postado por
    Viviane Carneiro
    maio 29, 2018 Reply

    Nossa, conhecer o Japão deve ser uma experiência incrível! Um país com cultura tão diferente da nossa e com belezas sem igual. Adorei o post e as dicas!

    • postado por
      Lulu Freitas
      maio 29, 2018 Reply

      Obrigada, Viviane. bjs

  11. postado por
    Mônica Rodrigues
    maio 29, 2018 Reply

    Que viagem dos sonhos!! Estar no Oriente já é sinistro, no Japão então!!
    Essas viagens longas são cansativas, mas valem muita a pena. Todo esforço é válido para se ter contato com uma cultura tão rica e super diferente da nossa.

    Posto completíssimo, adorei! O dia que formos ao Japão já sei por onde começar. Hehehehe

    Abração

    • postado por
      Lulu Freitas
      maio 29, 2018 Reply

      Oi Mônica, obrigada pelos elogios. bjs

  12. postado por
    Lais
    maio 28, 2018 Reply

    Fico pensando em como os artesanatos devem ser lindos!! Impressionante a delicadeza deles né.. Agora essa coisa de quarto com cheiro de cigarro é complicado, detesto.

    • postado por
      Lulu Freitas
      maio 28, 2018 Reply

      Oi Lais, pois é, o fumo ainda é muito complicado por lá. bjs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais fotos de minhas viagens

Siga o blog no Instagram, por lá rolam muitas outras fotografias dos lugares mais lindos que já visitei. São fotos de viagens, lugares, roteiros de viagens e dicas com passeios surpreendentes.

Junte-se ao Instagram