Receba matérias por email!

Jardins de Monet em Giverny: inesquecível bate-volta de Paris [8on8]

Home  »  DestinosEuropaFrança   »   Jardins de Monet em Giverny: inesquecível bate-volta de Paris [8on8]

Visitar os Jardins de Monet em Giverny foi uma das experiências mais inesquecíveis que tive em Paris e na vida. Um lugar simplesmente deslumbrante. Vou tentar, mas não sei se vou conseguir, mostrar toda a sua beleza.

O tema desse mês do [8on8] é “adoraria visitar de novo”, sugestão de lugares ou experiências marcantes. Uma inspiração para quando voltarmos a sair pelo mundo livremente pós-pandemia.

Tendo isso em mente, os Jardins de Monet em Giverny vieram logo na minha mente.

Quem foi Monet e porque os seus jardins são tão famosos?

Antes de mais nada, para você entender o porquê de visitar o Jardim de Monet, é preciso conhecer sua importância histórica.

Monet é o sobrenome de Claude Monet, grande mestre da pintura impressionista. Como é esse estilo de pintura? Veja essa explicação na wikipedia sobre a arte impressionista.

Em 1883, o artista comprou essa casa em Giverny e passou 30 anos morando ali, até sua morte em 1926. Monet cuidou da propriedade, ampliando os jardins, plantando espécies, tratando dos lagos… Ele criou um pequeno paraíso.

A importância dessa residência é que Monet pintou parte de sua obra ao ar livre, nos seus jardins. A série Ninfeias (de 250 telas a óleo), a mais famosa de sua obra, retrata os lagos dos Jardins de Monet em Giverny.

ponte japonesa giverny
O famoso Lago das Ninfeias.

Isso torna o lugar muito especial, pois conhecemos o ateliê e os cenários que inspiraram o artista. Uma experiência rara de se ter, não é?

Veja esse raro filme de Monet pintando em Giverny:

Provavelmente você já viu alguma reprodução das Ninfeias, que podem ser apreciadas em museus como Museu Albertina em Viena, MASP em São Paulo e MoMa em Nova York, por exemplo.

Você não verá quadros originais em Giverny. Em Paris, poderá apreciar no Museu L’Orangerie (totalmente dedicado a ele ), no Museu D’Orsay e no Museu Marmottan.

Como chegar em Giverny

Giverny é uma cidade próxima a Paris (75km), na região da Normandia.

Portanto a visita aos Jardins de Monet pode ser feita perfeitamente em um bate-volta de Paris.

Para chegar, há algumas opções. Vamos lá!

1. Carro

Você poderá ir de carro (faça aqui cotação com a nossa parceria com a RentCars). A estrada são boas, basta usar o GPS. Há um estacionamento público em Giverny pertinho da Casa de Monet.

2. Trem

Outra opção é ir de trem, bem econômica. Exatamente o que eu fiz.

O trem para Giverny parte em Paris da estação Gare Saint-Lazare com destino à estação Vernon-Givernye. Há trem a cada hora e a viagem direta, sem paradas, dura 45 minutos.

Como não tínhamos muita certeza se conseguiríamos (ou queríamos) acordar cedo, preferimos deixar para comprar o bilhete na hora. Mas, se preferir, é possível comprar com antecedência no site na SNFC.

Há máquinas de auto atendimento para comprar a passagem na estação. Se preferir, é possível comprar na bilheteria. Eu me enrolei com a máquina e acabei usando a bilheteria, mas não havia filas e foi rápido.

Alerto que antes de embarcar no trem é preciso validar o bilhete. O processo de validação nada mais é que marcar o bilhete em uma maquininha amarela na plataforma. A validação não é necessária para o bilhete online.

mapa casa monet giverny
Mapa dos Jardins de Monet em Giverny.

Chegando em Vernon-Givernye é só seguir a sinalização até os ônibus que partem para a Casa de Monet. Não há como se perder!

Basta comprar o bilhete ida e volta com o motorista do ônibus, o qual em apenas 10 minutos lhe deixará no estacionamento público de Giverny. Dali uma caminhada de 5 minutos, novamente bem sinalizada. Voilá!

Na volta de Giverny, é só pegar o ônibus no mesmo local, no estacionamento. Não se preocupe com o horário, porque o bilhete do ônibus não possui hora marcada. É só chegar e embarcar para voltar para estação de trem e, depois, Paris.

Tour guiado / excursão

Por fim, ainda há a alternativa de contratar uma excursão ou tour guiado (que já inclui o ingresso). Confira abaixo várias sugestões, cada uma de estilo diferente:

Quando visitar

O Jardim de Monet só fica aberto alguns meses do ano. Para visitar você deverá programar sua viagem para o período de 01 de abril a 01 de novembro.

Há dois cenários ao visitar. Na primavera e verão (abril a agosto), um jardim de cores verdes vibrantes. No outono (setembro e outubro), tons alaranjados. Sempre haverá flores, porém de espécies diferentes.

Aliás, no site da Fundação Monet há um calendário das flores mês a mês.

Eu viajei em julho. Era verão, estava bem quente e as flores lindas e multi-coloridas. 🙂

canteiro flores jardins de monet paris
Canteiro de flores com a Casa de Monet ao fundo.

Algumas dicas para aproveitar melhor o passeio

Sugestões para curtir a visita ao Jardim de Monet:

  1. não é permitida a entrada de pets.
  2. não é permitido entrar com malas e mochilas grandes.
  3. sapato confortável. Evite salto alto!
  4. chapéu e filtro solar para se proteger do sol.
  5. garrafa de água para se hidratar, porque não há lanchonete lá dentro.
  6. no estacionamento há um posto de atendimento ao turista. Ali você pode retirar um mapa de Giverny e obter informações.
  7. compre seu ingresso pela internet para evitar (enorme) fila.
  8. procure visitar durante a semana por ser mais vazio.
  9. tente ir bem cedinho para evitar a chegada dos ônibus de excursão cheios de turistas e conseguir boas fotos. Eu não segui essa última dica e tive que ter bastante paciência em alguns momentos rsrs.

Visitando os Jardins de Monet

O passeio todo demorei cerca de 2 horas. Logo, é possível fazer o bate-volta de Paris em meio-período, se você quiser só conhecer a Casa de Monet.

No entanto, recomendo muito que você aproveite todo o seu dia por ali. Giverny é uma cidade pequena e muito fofinha.

Os jardins são divididos em duas áreas ligadas por uma passagem subterrânea. Veja o mapa:

1. Le Jardim D’Eau (O Jardim Da Água)

A parte mais famosa e bonita do Jardim de Monet, onde estão localizados o Lago das Ninfeias e as pontes japonesas eternizados dos quadros de Monet.

O passeio aqui é dar a volta pelo lago e atravessar as pontes, driblando a multidão de turistas para fotografar belas imagens.

lago ninfeias giverny
Mais uma fotinho do lago.

2. Le Clos Normand

Essa área engloba o jardim com canteiros floridos lindos de morrer e a casa de Claude Monet.

Aqui me perdi horas apreciando as flores. Cada uma mais linda e colorida que a outra! Fiquei enlouquecida!

lor-roxa-monet-giverny-paris
Flores de todas as cores.
canteiro flores giverny
Flores e mais flores
jardins de monet giverny
Eu amei esse lugar!

Depois de passar um tempão fotografando flores fui visitar a casa. Aqui, um detalhe: a fila. Sim, é preciso ficar na fila para entrar. Eu esperei cerca de 30 minutos.

O interior da casa é decorado como na época de Monet. O passeio é curioso, pois vemos quartos, sala e outros ambientes que permitem imaginar como era o modo de vida no início do século XX. Também passeamos por onde era o ateliê de Claude Monet.

Os ambientes que mais gostei na casa foram a cozinha toda azul, a sala de jantar toda amarela e o ateliê. infelizmente estava tão cheio que não consegui uma foto boa…

casa monet giverny
Detalhe da casa.

Deixe para visitar a casa no final do passeio, pois a lojinha (sim! sempre temos a lojinha!) e saída ficam ali.

Projeto [8on8]

No projeto [8on8], todo dia 8 blogueiros de viagem falam sobre um tema com 8 fotos. Esse mês o tema é “adoraria visitar de novo”. Veja o post dos outros blogs participantes:

Informações Úteis sobre os Jardins de Monet em Giverny

  • endereço: 84 rue Claude Monet, 27620, Giverny.
  • horário: de 01 de abril a 01 de novembro, diariamente de 9h30 às 18h.
  • valor: 9,50 euros (adulto).
  • como chegar: veja no post
  • imperdível: fotografar e se encantar pelas flores.
  • site: fondation-monet.com

Conclusão: o que achei de conhecer os Jardins de Monet em Giverny

Um programa imperdível e inesquecível em Paris! Um lugar que me traz tantas recordações bonitas da primeira viagem internacional com o meu marido e reune só coisas que eu gosto (flores, natureza, programa ao ar livre e cultura).

Todos viajam querendo conhecer o famoso Jardin D’Eau, mas a minha parte preferida foi o jardim do Le Clos Normand. Talvez porque não havia mais tranquilidade por ali. Talvez pelas flores. Não sei bem explicar… rsrs

Por isso tudo, quero voltar ao Jardim de Monet!

Lembre-se:

Se for reservar hotel, use nossa parceria com o Booking, sem custo adicional.

Ao contratar seguro saúde (obrigatório na Europa), veja nossa parceria com a SegurosPromo. Use o cupom LETSFLYAWAY5 para 5% de desconto.

Compre passeios e ingressos com as nossas parcerias com a Get Your Guide , Tiqets e Civitatis. Compare!

Para alugar carro, veja com a RentCars.

Se precisar comprar chip de viagem internacional para internet e telefone, use a nossa parceria com a Viaje Conectado. ou com a OMeuChip (use o cupom LETSFLYAWAY para 15% de desconto).

Veja a a lojinha de produtos para viagem da Let’s Fly Away ou use diretamente a nossa parceria com a Amazon.

Salve o meu pin no seu Pinterest!

O que achou dos Jardins de Monet em Giverny? Vontade de conhecer? Já foi lá? Fale nos comentários!

Receba matérias por email!

Carioca que ama viajar. Meu lema: "Vivo para viajar. Viajo para viver". Compartilho aqui minhas experiências de viagens pelo mundo, com dicas sobre tudo o que conheci e adorei.

comentários

18 comentários
  1. postado por
    Fernanda Scafi
    jun 27, 2020 Reply

    Os jardins da casa de Giverny são maravilhosos! Imperdíveis para quem é fã de Monet e mesmo para quem não é! Quando fui pra Paris contratei uma excursão de um dia pra Giverny + Versalhes e achei ótimo não ter que me preocupar com a logística e poder juntar 2 passeios fora de Paris em um dia.

    • postado por
      Lulu Freitas
      jun 27, 2020 Reply

      Oi Fernanda, esse tipo de excursão é muito prático! Também uso muito nas minhas viagens bjs

  2. postado por
    Klécia
    jun 27, 2020 Reply

    Entrar nesse jardim foi como entrar num mundo magico! Eu tenho lembrancas lindas desse dia, e olha que fui ja bem pertinho do inverno. Mas era flor pra todo lado e fiquei apaixonada! E a casa dele? Queria morar ali, juro heheheh

    • postado por
      Lulu Freitas
      jun 27, 2020 Reply

      Oi Klécia, você descreveu bem: um mundo mágico. bjs

  3. postado por
    Hebe
    jun 24, 2020 Reply

    Lu adorei o post, esse foi um pedaço que ficou faltando na minha viagem a Paris, preciso voltar urgente!

    • postado por
      Lulu Freitas
      jun 25, 2020 Reply

      Oi Hebe! Que bom que gostou.:) bjs

  4. postado por
    Mariana Menezes
    Maio 26, 2020 Reply

    Lulu, que lugar lindo! Com certeza vale visitar de novo. Eu nunca fui aos Jardins de Monet em Giverny, mas é um passeio que sempre tive vontade de fazer. Primeiro que adoro fotografar natureza, com certeza gastaria um bom tempo tirando muitas fotos, segundo que pelo que vi, esse lugar me passou uma paz…
    imagino como deve ser no local!
    Belo post! Adorei!

    Beijos,
    Mari

    • postado por
      Lulu Freitas
      Maio 27, 2020 Reply

      Oi Mari. Sim, passa muita paz e eu fiquei horas tirando fotos! bjs

  5. postado por
    Denise Barreto
    Maio 19, 2020 Reply

    Um passeio dos sonhos! Me fez lembrar as aulas do Ensino Médio onde admirava a vida e obra de Monet. Que lindas fotos! Beijos!

    • postado por
      Lulu Freitas
      Maio 20, 2020 Reply

      Oi Denise! Que bom que gostou! bjs

  6. postado por
    Cecilia
    Maio 14, 2020 Reply

    Lulu, adorei o post completo sobre essa visita que falta na minha vida de viajante. Acredita que já fui a Paris algumas vezes e nunca soube que era tão fácil chegar nos Jardins de Monet? Vou salvar suas dicas para ir numa próxima oportunidade. Amei as flores e as cores da casa. Não vejo a hora de poder visitar os Jardins de Monet. Beijos

    • postado por
      Lulu Freitas
      Maio 15, 2020 Reply

      Oi Cecilia, vá! É imperdível! bjs

  7. postado por
    Ruthia Portelinha
    Maio 14, 2020 Reply

    Há anos que quero conhecer os jardins de Monet em Giverny e ainda não consegui concretizar esse sonho. Sabia das flores coloridas (que renderam fotos lindas no seu post. Parabéns), mas não do interior da casa com salas cromáticas. Era bem o espaço de um pintor. Assisti ao vídeo e a figura de Claude Monet não é nada próxima do que eu imaginei…

    • postado por
      Lulu Freitas
      Maio 15, 2020 Reply

      Oi Ruthia, que bom que gostou do post. Sim, também fiquei surpresa com ele no vídeo. bjs

  8. postado por
    Serra da Estrela Portugal – hospedagem e dicas de um lugar imperdível
    Maio 13, 2020 Reply

    […] Let’s Fly Away – Jardins de Monet em Giverny: inesquecível bate-volta de Paris […]

  9. postado por
    Analuiza Carvalho
    Maio 8, 2020 Reply

    AMO os impressionistas! Adoro a arte de Monet. Posso entender porque este é um lugar que você gostaria de voltar! Será para mim um sonho um dia visitar os Jardins de Monet em Giverny! 🙂

    • postado por
      Lulu Freitas
      Maio 9, 2020 Reply

      Eu também adoro e visitar os jardins foi um sonho! bjs

  10. postado por
    Hamburgo: uma cidade alemã para voltar sempre – Viajante Econômica
    Maio 8, 2020 Reply

    […] Let’s Fly Away – Jardins de Monet em Giverny: inesquecível bate-volta de Paris [8on8] […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *