Receba matérias por email!

Cataratas do Iguaçu lado argentino. Como é visitar?

Home  »  América do SulArgentinaDestinos   »   Cataratas do Iguaçu lado argentino. Como é visitar?

[atualizado jun/20] As lindas Cataratas do Iguaçu são divididas entre o Brasil e a Argentina. Já contei aqui como foi a minha visita ao Parque das Cataratas do Iguaçu brasileiro. Agora chegou a hora de falarmos sobre as Cataratas do Iguaçu lado argentino e como conhecê-las em uma viagem para Foz do Iguaçu.

As Cataratas da Argentina estão localizadas em Puerto Iguazú, no Parque Nacional Iguazú.

Nossa rivalidade os hermanos também está aqui. Qual o parque é mais bonito? O brasileiro ou o argentino?

Não vou entrar nessa rivalidade, você poderá ler inúmeros blogs escolhendo o lado A ou lado B. Para mim, cada um tem características e charme próprios. Adorei os dois! Conselho: visite o dois e tire suas próprias conclusões.

Conhecendo as Cataratas do Iguaçu lado argentino

1. Como chegar nas Cataratas do Iguaçu lado argentino

panoramica cataratas lado argentino
Uma panorâmica do que encontrar por lá.

Precisamos, óbvio, atravessar a fronteira com a Argentina através da Ponte Tancredo Neves (Ponte da Fraternidade) sobre o rio Iguaçu.

Uma coisa que me chamou muito atenção é que na fronteira do Brasil a fiscalização é quase zero, passa-se livremente. Já na da Argentina é preciso passar pela imigração, mostrar documento, etc. Ou seja, qualquer um entra e sai do Brasil….

Há ônibus que saem de Foz do Iguaçu, que partem de uma rua ao lado do TTU (Terminal de Transporte Urbano) no Centro da cidade. No entanto, é mais demorado porque é preciso depois pegar um segundo ônibus em Puerto Iguazú para chegar nas Cataratas.

As outras opções, bem melhores, são alugar um carro (há estacionamento) ou contratar o transporte seja com um táxi seja através de agência de turismo.

Se for alugar carro, use a nossa parceria com a RentCars, um buscador de preços, onde você encontrará as melhores opções de custo x benefício.

2. Visto e Documento

Como falei ali em cima, é preciso fazer imigração na fronteira com a Argentina.

Por isso, para visitar as Cataratas lado argentino você irá precisar de um documento válido para ingressar na Argentina. Como é um país do Mercosul, basta um passaporte ou carteira de identidade (não vale identidade de categoria profissional, como CRM ou OAB).

Não é necessário visto. Ufa! Menos um trabalho para organizar a viagem.

3. Moeda

centro visitante parque nacional iguazu
Entrada do parque.

Por que estou falando disso? Na Argentina, como tudo mundo sabe, a moeda é o peso. A entrada do Parque Nacional Iguazú pode ser paga em espécie (peso) ou cartão de crédito.

Dentro do Parque as lojas e restaurantes aceitam cartão e real. Só que a cotação do real é extremamente ruim.

Assim, antes de ir visitar as Cataratas lado argentino faça câmbio em Foz do Iguaçu se não quiser usar cartão de crédito. Há casas de câmbio na Avenida Brasil, no Shopping JL e no aeroporto.

O Parque Nacional Iguazú

cachoeiras cataratas iguaçu
O cenário é lindo!

O Parque Nacional Iguazú é bem maior que o parque brasileiro. De fato, a maioria das quedas e cachoeiras que vemos no Brasil estão localizadas na Argentina.

A experiência do Parque Nacional de Iguazú é de maior proximidade com a natureza. Muita vegetação e bichinhos (pássaros, macacos e quatis são os mais vistos).

quatis argentina
Muitos quatis.
mico parque iguazu
Olha que miquinho fofo!

No Parque brasileiro anda-se pouco e na sombra, admirando as Cataratas do Iguaçu como de camarote. Um cenário mágico que se abre na nossa cara.

Já o lado argentino das Cataratas é mais rústico. Caminha-se muito. Muito mesmo!

flor parque cataratas argetina
A vegetação não chama a atenção, salvo alguns detalhes como esse.

Pelo Parque passeamos por três caminhos que cortam a vegetação, avistando aos poucos as várias cachoeiras que compõem o conjunto das Cataratas do Iguaçu.

Melhor logística para as trilhas das Cataratas do Iguaçu lado argentino

A melhor logística do passeio com base no mapa do Parque é fazer o Circuito Superior em segundo lugar. Isto porque a entrada e a saída desse Circuito são perto da estação intermediária do trem (estação Cataratas) que faz o deslocamento até a Garganta do Diabo.

Assim, em um dia de pouco movimento você pode pegar o trem na entrada do Parque (estação Central) e ir direto para a estação final (Garganta do Diabo). Depois voltar de trem para a estação Cataratas para fazer o Circuito Superior e, por fim, o Inferior.

Uma alternativa é andar uns 15 minutos da entrada do Parque até o Circuito Inferior (pelo caminho chamado Circuito Verde). Após ir para o Circuito Superior, saindo ao lado da Estação Cataratas, e pegar o trem para ir para a Garanta do Diabo. Eu fiz essa segunda opção.

No dia que eu fui estava uma fila imeeeeeensa para o trem, então caminhei pelo Circuito Verde até a entrada do Circuito Inferior e o fiz primeiro. Depois parei para almoçar e fui para o Circuito Superior. Deixei por último a Garganta do Diabo até porque, como maior estrela do Parque, no final do dia já era bem menor a fila do trem.

trem argentino parque iguazu
O trenzinho. É meio desorganizado e com fila.

Esse trem, aliás, é um porre! Não tem como evitar de usar porque a distância entre a Estações Cataratas e Garganta do Diabo é enorme.

O pior é que o trem não tem um intervalo certo. Pode demorar até 30 minutos. E mais. Os hermanos são meio desorganizados, então o trem parte com os vagões nem sempre inteiramente ocupados. E a gente na fila…

1. Circuito Inferior

placa trilhas parque nacional iguazu
Sinalização do parque.

O Circuito Inferior possui cerca de 1,4km (eram até pouco tempo 650m, antes de uma ampliação), sendo sua maior parte uma passarela ao longo do precipício de onde vemos várias cachoeiras.

queda de agua cataratas lado argentino
Uma das lindas cachoeiras até se chegar nas Cataratas.

Temos uma visão vertical e de cima de algumas quedas d’água. Há alguns pontos de descanso e daqui temos a melhor vista do lado brasileiro. Dá até para avistar o lindo Hotel das Cataratas.

2. Circuito Superior

cataratas do iguaçu lado argentino
Que espetáculo!

O Circuito Superior tem 1,5km, passando por dentro da mata. Vemos várias quedas d’água, algumas lindíssimas que não podem ser vistas do lado brasileiro.

O caminho é bem conservado e com algumas escadas. É um pouco complicado para pessoas com dificuldades de locomoção.

É um caminho circular muito agradável, passamos pertinho de várias cachoeiras. A sensação é incrível!

cataratas lado argentino cachoeiras
Para cada lado que olhamos uma imagem mais linda que a outra.

3. Garanta do Diabo

A Garganta do Diabo é a grande cachoeira das Cataratas. É a estrela das Cataratas lado argentino.

Caminha-se por uma plataforma de aço de 1,5km sobre o rio Iguaçu e algumas ilhotas até se alcançar a Garganta do Diabo. Quando vamos chegando perto começamos a ouvir o barulho da água, da sua força jorrando. Um barulho que vai crescendo, crescendo…

plataforma passeio
A plataforma. Vemos o rio passando por baixo.

Aqui, prepare-se para se molhar! O spray causado pela força da água serve para, no mínimo, refrescar… rsrs Eu tomei um banho!

Ali ficamos debruçados sobre ela. É impressionante!

garganta do diabo cataratas iguaçu
O volume das águas é assustador.

A diferença para o Parque brasileiro é que admiramos a Garganta do Diabo de lado enquanto no Parque argentino de cima.

Depois é voltar pela mesma plataforma… Mais 1,5km. Ufa!

Outras atrações das Cataratas lado argentino

cachoeira parque cataratas argentina
Como não admirar?

Há alguns outros passeios possíveis de se fazer no lado argentino das Cataratas do Iguaçu que não estão inclusos no ingresso básico.

É preciso chegar bem cedo e ficar todo o dia no Parque para conseguir fazer as três trilhas e algum passeio. Eu mesma não consegui, não deu tempo, apesar de ter chegado relativamente cedo.

1. Aventura Náutica

A Aventura Náutica é o equivalente do Macuco Safari brasileiro. Um passeio de barco que leva a até dois pontos das Cataratas. Como tudo do lado argentino, a infraestrutura é mais simples. Porém, dizem que o passeio é muito mais emocionante que o brasileiro!

passeio barco cataratas do iguaçu lado argentino
Com emoção!

2. Gran Aventura

O Gran Aventura é uma versão do Aventura Náutica mais completa. Antes de entrar no barco, há um passeio de 5,5km pela mata de carro ou 6km pelo rio Iguaçu. Ao todo o passeio dura cerca de 1h20m.

3. Isla San Martin

O passeio até a Isla San Martin é ir de barco até essa ilhota que fica na frente das Cataratas, dando uma visão ainda mais próxima de algumas quedas. Porém a ilha não é acessível durante todo o ano, depende do nível do rio.

4. Paseo Ecologico

O Paseo Ecologico é um passeio de bote por um trecho tranquilo do rio Iguaçu de aproximadamente 3km.

Alimentação no Parque Nacional Iguazú

Há algumas lanchonetes fraquinhas, cheias e caras! O restaurante, tipo buffet, também não é barato, mas tem parrilla, o que sempre enche os olhos dos carnívoros (como eu).

O melhor mesmo é levar um bom lanche na mochila.

Só precisa tomar cuidado… com os quatis! São os campeões em roubar a comida da galera! Você encontra os quatis por todos os lados nas Cataratas lado argentino.

quati parque iguazu
Quem olha essa carinha não imagina o espertinho que ele é.
quati roubando comida argentina
Quanti entrando em ação.

Dicas úteis para o passeio

  • sapato confortável e sem salto, de preferência tênis.
  • protetor solar.
  • repelente.
  • chapéu ou boné para se proteger do sol.
  • garrafa de água para se hidratar.
  • capa impermeável se não quiser se molhar na Garganta do Diabo.
  • capa/case impermeável para o celular.
  • guarde seu lanche bem fechado na mochila. Cuidado com os quatis.

Vídeo Youtube

Veja um pouco como foi o passeio e se encante com a força das Cataratas!

Informações das Cataratas lado argentino

  • endereço: Parque Nacional Iguazú, Puerto Iguazú, Argentina
  • horário: diariamente de 8h às 18h (porém só pode entrar até às 16h30).
  • valor: $ 800 pesos adulto.
  • como chegar: veja no post acima.
  • imperdível: a vista das Cataratas e a Garganta do Diabo.
  • site: iguazuargentina.com

Conclusão: vale a pena visitar as Cataratas do Iguaçu lado argentino?

Sim!!! Com certeza. É um passeio maravilhoso e que complementa muito bem a visita ao lado brasileiro.

Lembre-se:

Se precisar de hotel, use nossa parceria com o Booking, sem custo adicional.

Se precisar de seguro de viagem use a nossa parceria com a SegurosPromo. Usando o cupom LETSFLYAWAY5 você tem 5% de desconto.

Caso precise alugar carro, veja nossa parceria com a RentCars.

Para ingressos e passeios, veja a nossa parceria com a Civitatis.

Veja a a lojinha de produtos para viagem da Let’s Fly Away ou use diretamente a nossa parceria com a Amazon.

Salve o nosso pin no seu Pinterest!

Recomendo muito que visite as Cataratas do Iguaçu lado argentino.

Receba matérias por email!

Post Autor
Lulu Freitas
Carioca que ama viajar. Meu lema: "Vivo para viajar. Viajo para viver". Compartilho aqui minhas experiências de viagens pelo mundo, com dicas sobre tudo o que conheci e adorei.

comentários

11 comentários
  1. postado por
    Onde ir na Argentina: dicas de destinos e roteiros | Turistando.in
    dez 17, 2017 Reply

    […] Outra cidade para onde ir na Argentina que acaba sendo o primeiro destino internacional de muitos brasileiros. Foi o meu em 2004, mas faz tanto tempo que nem ouso escrever sobre. Quem escreveu foi a Lu Freitas do Let’s Fly Away: O lado argentino das Cataratas do Iguaçu […]

  2. postado por
    Analuiza (Espiando Pelo Mundo)
    Maio 31, 2017 Reply

    As Cataratas são mesmo belíssimas, de ambos os lados. A Garganta do Diabo impressiona e os argentinos tem as empanadas, então diria que prefiro o lado de lá das cataratas. rsrsrs

    Pois é… lamentável o que acontece na fronteira né?!

    • postado por
      Lulu Freitas
      Maio 31, 2017 Reply

      Empanadas… bem pensado o critério de desempate! rsrs Adoro!

  3. postado por
    Christian Gutierrez
    Maio 30, 2017 Reply

    Que paisagem linda as Cataratas do Iguaçu é linda de todos os angulos, uma obra prima da natureza.

    • postado por
      Lulu Freitas
      Maio 30, 2017 Reply

      Sim! Um privilégio brasileiro e argentino.

  4. postado por
    Viajante Móvel
    Maio 30, 2017 Reply

    Adorei as dicas das Cataratas do Iguaçu, são incríveis. A natureza realmente é maravilhoa. Morri de rir com os quatis. Esses bichinhos são super espertos e fofinhos.

    • postado por
      Lulu Freitas
      Maio 30, 2017 Reply

      Os quatis são sinistros! rsrs

  5. postado por
    Carolina Belo
    Maio 30, 2017 Reply

    Oi Lulu! Também não gosto de entrar na questão de qual parque é o melhor. Eu já fui nos dois várias vezes e cada um tem suas particularidades (vou de novo em setembro porque vou participar da Maratona de Foz mais uma vez, he he he). Agora, na relação “Macuco Safari x Aventura Nautica” quem sai vitorioso é o lado argentino. Mesmo sendo mais simples (como você falou), o passeio é MUITO mais emocionante e muito mais interessante, pois ainda temos o adicional de uma cachoeira no cantinho argentino (desculpe, não estou lembrando “de cabeça” agora o nome dela). E, claro, é bem mais em conta!
    Parabéns pelo post!
    Abraços,
    Carolina

    • postado por
      Lulu Freitas
      Maio 30, 2017 Reply

      Oi Carolina! Obrigada pela informação. Era o que eu imaginava rsrs Ah! Boa sorte na maratona. bjs

  6. postado por
    Gabi Pizzato
    Maio 29, 2017 Reply

    Oi, Lu!
    Eu adorei conhecer o lado mais rústico das cataratas. Não consegui fazer tudo também; optei pela Garganta e Trilha Superior e morri de tédio esperando o trem, essa é a parte chata. Mas vale muito; as paisagens e o volume de água bem pertinho são incríveis! Bj

    • postado por
      Lulu Freitas
      Maio 30, 2017 Reply

      Oi Gabi! O trem é muito chato mesmo! Também adorei o parque e o visual é incrível. bjs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *