Receba matérias por email!

Comer no Japão: como é a experiência? Dicas práticas! [8on8]

Home  »  ÁsiaDestinosGastronomiaJapão   »   Comer no Japão: como é a experiência? Dicas práticas! [8on8]

[atualizado fev/21] O [8on8] desse mês é sobre gastronomia e eu escolhi falar sobre a experiência de comer no Japão. Afinal, todo mundo me pergunta sobre as comidas e como é comer no Japão.

Para quem não conhece, o [8on8] é um projeto em que blogueiros publicam todo dia 8 de cada mês 8 fotos sobre um tema.

Eu vou contar sobre as minhas impressões e experiências, se quiser uma lista detalhada sobre pratos japoneses, indico a lista de o que comer no Japão além de sushi do blog Turistando com a Lu.

Como é comer no Japão?

1. Hashi e Oshibori

Os primeiros dois detalhes:

  • hashi: comer de palitinho. Mas, calma! Não é usado para os pratos ocidentais, só nos pratos orientais.
  • oshibori: a toalha quente usada para limpar a mão antes das refeições. Em restaurantes que não servem o oshibori há a alternativa industrializada de lenço umedecido. Em qualquer estabelecimento você encontrará um dos dois, mesmo que seja em um take away. Sinto uma saudade disso!

Aliás, sugiro que você leia as minhas dicas de etiqueta no Japão com alguns toques sobre como se comportar em um restaurante.

2. Cardápio em japonês

Comer no Japão é uma boa aventura, a começar pelo idioma que atrapalha. Todo mundo me pergunta: os japoneses falam inglês? Resposta: nãaaaao!!!

Então, procure restaurantes com cardápios com foto! Mesmo assim, as fotos podem enganar e na hora H chegar algo que não era bem o que você imaginava. Aconteceu comigo!

Google tradutor também ajuda muito.

3. Arroz: como é comer no Japão?

O arroz é bem diferente do nosso, tipo “papa”, igual ao que encontramos nos restaurantes japoneses daqui. Come com hashi.

Esse arroz é chamado de gohan.

4. A comida japonesa de verdade

Esqueça boa parte da comida japonesa que conhecemos. As combinações inusitadas (frutas, molhos, etc.) não se encontram no Japão.

Os tradicionais sushi e sashimi estarão lá. A variedade de peixe e frutos do mar é enorme e são todos fresquíssimos. E deliciosos!

Até a cor da carne do peixe é diferente. Veja na foto abaixo: o atum que estamos acostumados por aqui é meio lilás/roxo claro e o que comi lá é de uma cor viva e escura, parece quase carne bovina!

comer no japao sushi - Comer no Japão: como é a experiência? Dicas práticas! [8on8]
Nesse lindo combinado o atum era o peixe mais escuro!

Além disso, uma culinária com pratos deliciosos como o okonomiyaki, criado em Hiroshima (a “panqueca japonesa” que eu adoro) ou a sopa com tofu.

comer no japao okonomiyake - Comer no Japão: como é a experiência? Dicas práticas! [8on8]
Okonomiyaki. De panqueca tem muito pouco. Sendo uma mistura de farinha, ovo e repolho. Por cima é colocado complemento de sua escolha, sendo o mais comum de carne de porco. Comer esse prato com hashi não é tão difícil como pode parecer em um primeiro momento.
comer no japao sopa tofu - Comer no Japão: como é a experiência? Dicas práticas! [8on8]
A sopa de tofu acompanhada de chá verde. Mais oriental impossível!

Veja também:

5. É caro comer no Japão?

Não achei cara a comida do dia a dia.

Comi bem e barato em kaiten, aquele restaurante com uma esteira onde passam os pratinhos de comida e você vai pegando o que quer (cada prato tem uma cor correspondente a um preço).

Já um restaurante tradicional de comida japonesa não é barato.

comer no japao kaiten - Comer no Japão: como é a experiência? Dicas práticas! [8on8]
Um típico kaiten, bem simples e tradicional.

Outra opção legal, econômica e muito comum para comer no Japão é o bentô: um prato/caixinha geralmente dividido em pequenas porções de comida. A “marmita japonesa”.

Podemos comprar bentô em supermercados, lojas de conveniência (geralmente há um setor de refeição para viagem) ou em restaurantes take away nas estações de trem (que são, no mínimo, pequenos centros comerciais).

comer no japao bento - Comer no Japão: como é a experiência? Dicas práticas! [8on8]
Um bentô que comprei em uma estação de trem. Esse aí era de carne empanada, arroz, gengibre e um omelete típico do Japão, chamado tamagoyaki (que é bom demais).

O que achei caro de verdade foram as frutas frescas.

Juro que vi um melão embrulhado com laço de presente em um supermercado!! Uau, o sonho da minha vida era ganhar um melão de presente do meu marido! kkk

6. Doces japoneses

Antes de viajar não imaginava que iria comer no Japão doces ou sobremesas gostosas, já que não são comuns nos restaurantes japoneses daqui.

Cabei me surpreendendo com a quantidade, delicadeza e variedade de doces!

comer no japao doce macaron - Comer no Japão: como é a experiência? Dicas práticas! [8on8]
Que lindo o macaron em homenagem à sakura!!

O mais comum são o daifuku e o manju, feitos com mochi (um bolinho feito com farinha de arroz) e recheio de anko (pasta doce de feijão asuki). Eu não curti muito, mas é uma questão de paladar, né?

Porém o que mais me marcou, como boa chocólatra que sou, foi a variedade de sabores exóticos de Kit Kat.

Não me pergunte o porquê de japonês gostar de chocolate com sabor estranho… Saquê, cheesecake, chá verde são alguns exemplos.

O mercado é tão grande que, em 2016, foi aberta uma fábrica de Kit Kat no Japão para os sabores exclusivos para o país. Eu experimentei uns e achei bem exóticos. Ainda fico com o tradicional.

comer no japao kit kat wasabi - Comer no Japão: como é a experiência? Dicas práticas! [8on8]
Muito exótico. Wasabi!

Um chocolate local que gostei foi o Meiji. Vale a pena experimentar. Encontra-se em qualquer supermercado.

7. Máquinas de Conveniência (vending machines)

Outra mania japonesa são máquinas (vending machines) em todo lugar e que vendem de tudo um pouco, inclusive bebidas quentes e sopas.

comer no japao wending machine - Comer no Japão: como é a experiência? Dicas práticas! [8on8]
Vende-se de tudo um pouco.

8. Saquê

Depois de falar de comidas do Japão não posso fechar esse post sem mencionar sua bebida mais famosa: o saquê.

Aprendi com amigos que fiz por lá que o saquê pode ser tomado gelado ou quente. Este parece um pouco mais suave. Mas não se engane… só parece kkk. Eu aprendi isso direitinho kkk.

Sobre o 8on8

Espero que tenha gostado do [8on8] desse mês. Veja o que os outros blog participantes escreveram sobre o tema gastronomia:

Turistando.in: Delícias da gastronomia portuguesa

O Berço do Mundo: [8 on 8] Comer em Viena, Áustria

Viajando em 3..2..1.. [8on8] Experiências gastronômicas na Alemanha

Conclusão: como é comer do Japão?

Foi uma experiência maravilhosa essa viagem. Comer no Japão, apesar dos desafios do idioma e hábitos culturais, foi relativamente barato e muito gostoso.

Salve o nosso pin no seu Pinterest para lembrar do blog 🙂

pin comendo japao 200x300 - Comer no Japão: como é a experiência? Dicas práticas! [8on8]

Lembre-se:

Se for reservar hotel, use nossa parceria com o Booking, sem custo adicional.

Ao contratar seguro saúde (obrigatório na Europa), veja nossa parceria com a SegurosPromo. Use o cupom LETSFLYAWAY5 para 5% de desconto.

Compre passeios e ingressos com as nossas parcerias com a Get Your Guide , Tiqets e Civitatis. Compare!

Para alugar carro, veja com a RentCars.

Se precisar comprar chip de viagem internacional para internet e telefone, use a nossa parceria com a Viaje Conectado. ou com a OMeuChip (cupom LETSFLYAWAY para 15% de desconto).

Veja a lojinha de produtos para viagem da Let’s Fly Away ou use diretamente a nossa parceria com a Amazon.

Deixe seus comentários sobre o que achou da experiência de como é comer no Japão. 🙂

Receba matérias por email!

Post Autor
Lulu Freitas Gorges
Carioca que ama viajar. Meu lema: "Vivo para viajar. Viajo para viver". Compartilho aqui minhas experiências de viagens pelo mundo, com dicas sobre tudo o que conheci e adorei.

comentários

13 comentários
  1. postado por
    Comer em Viena, na Áustria – O Berço do Mundo
    jan 24, 2021 Reply

    […] sobre o tema “gastronomia”, desfrutem, partilhem e inspirem-se: Let’s Fly Away: A experiência de comer no Japão – como é? Turistando.in – Delícias da gastronomia portuguesa Viajando em 3..2..1.. –  […]

  2. postado por
    Andrea
    set 21, 2018 Reply

    Interessante ler o seu post com essa visão….eu não conheço o Japão mas meu marido sim e ele conta que “sofreu” bastante nesse quesito quando esteve por lá.

    • postado por
      Lulu Freitas
      set 22, 2018 Reply

      Oi Andrea, é uma parte da viagem que pode ser complicada para algumas pessoas. bjs

  3. postado por
    Cynara VIanna
    set 20, 2018 Reply

    Nossa viagem para o Japão ainda não tem data mas está sendo desenhada com calma e sei que quando chegar lá vou me esbaldar nas comidas. Amo comida japonesa e vendo esse seu post vejo que esse será um dos pontos altos de nossa viagem. Favoritei :).

    • postado por
      Lulu Freitas
      set 22, 2018 Reply

      Oi Cynara, que bom que gostou! bjs

  4. postado por
    Aline Pires
    set 20, 2018 Reply

    Com assim não tem o bom e velho hashi? E o arroz, e panqueca, por exemplo, come com a mão também?
    Uma amiga trouxe um Kitkat de chá verde, e gostei kkk
    Bem bacana essas diferenças da culinária no país de origem né? Na Itália fomos procurar risotos como tem aqui no Brasil e o garçom quase nos bateu kkk

    • postado por
      Lulu Freitas
      set 20, 2018 Reply

      Oi Aline essa diferença de culinária é muito engraçada. bjs

  5. postado por
    Marcia m picorallo
    set 18, 2018 Reply

    Adorei este post, Lu. Acho que não dá pra dizer que viajou pra uma cultura diferente até que se visite um país oriental. Eu acho que ia sofrer muito com a alimentação ahaha Acho os pratos lindos, mas peixe cru não desce pela minha garganta, não tem jeito. Ri muito com o melão embalado pra presente.

    • postado por
      Lulu Freitas
      set 19, 2018 Reply

      Márcia, se não é peixe cru é fritura. São dois extremos por lá, mas no fim a gente acaba se virando, não é? bjs

  6. postado por
    Leo Vidal
    set 18, 2018 Reply

    Quando cheguei no Japão adorei boa parte da comida e achei ótimo – e funcional – os cardápios terem foto dos pratos. Mas confesso que depois de 19 dias no país, eu já não aguentava mais o cheio de soba em todo lugar que entrava. =)

    • postado por
      Lulu Freitas
      set 18, 2018 Reply

      Oi Leo, tive a mesma impressão que você. No final estava com saudade do nosso arroz com feijão 🙂 bjs

  7. postado por
    Ruthia Portelinha
    set 18, 2018 Reply

    O meu sonho também é receber um melão com um laço de presente, hahaha. provei esse recheio doce feito com feijão na China e detestei. Ficaria pelos chocolates mesmo.
    Linda participação, bem diferente de todas as outras, e que linda cor do atum!
    Beijinho

    • postado por
      Lulu Freitas
      set 18, 2018 Reply

      Olá Ruthia. Os chocolates, mesmo alguns com sabores estranhos, são bem gostosos. Não sabia que tinha esse doce de feijão na China. bjs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *