Receba matérias por email!

O que fazer em Hiroshima. Super roteiro de viagem de 2 dias

Home  »  ÁsiaDestinosJapão   »   O que fazer em Hiroshima. Super roteiro de viagem de 2 dias

No meu giro pelo Japão, saindo de Osaka segui para um roteiro em Hiroshima de 2 dias. Mas, afinal, o que fazer em Hiroshima? Há passeios e pontos turísticos?

Hiroshima era uma cidade que me inspirava um misto de curiosidade e desconforto, pelo medo do que poderia encontrar.

Desconforto Lulu? Sim, o triste passado da destruição pela bomba atômica em 06.08.1945 me deu um frio na barriga sobre como seria visitar a cidade.

Talvez isto tenha sido despertado pelas lembranças da minha viagem para a Alemanha, quando visitei muitos memoriais sobre o Holocausto e a guerra. Foram momentos de profunda tristeza para mim.

Para minha surpresa e felicidade encontrei em Hiroshima uma cidade que transmitiu tantos momentos de alegria e paz… houve dor, sim. Afinal, ver as consequências da explosão de uma bomba atômica não é nada fácil. 

Mas foram momentos pontuais logo acompanhados pela serenidade e boas vibrações transmitidas por Hiroshima. A cidade renasceu e hoje é jovem e cheia de vitalidade.

Só por isso, por essa montanha-russa de sentimentos, ir para Hiroshima já valeu a pena no meu roteiro de viagem para o Japão.

Vou compartilhar com você o meu roteiro em Hiroshima de 2 dias e dicas para você organizar sua viagem.

Como chegar em Hiroshima

Antes de mais nada, como chegar em Hiroshima?

A cidade fica mais ao sul do Japão. Olhando no mapa quase no extremo oposto de Tóquio.

De Osaka ou Kyoto a viagem de trem-bala (shinkansen) demora cerca de 3 horas. Esse trem maravilhoso faz as grandes distâncias não serem tão grandes assim.

rio ota hiroshima japao
O rio Ota que passa por Hiroshima.

É simplesmente sensacional viajar de trem pelo Japão, como eu já descrevi por aqui no blog.

Por isso a dica de ouro é ir para Hiroshima de trem. Se você estiver usando o passe de trem JR Pass a passagem estará incluída.

Considerando isso, o aeroporto internacional mais próximo é o de Osaka (um dos melhores aeroportos do mundo).

Quantos dia de roteiro em Hiroshima

Dois dias são suficientes para conhecer o básico de Hiroshima e a bela ilha sagrada de Miyajima.

Para otimizar o roteiro dê preferência por chegar de manhã cedo em Hirohima, saindo bem cedinho de Osaka ou Kyoto, para aproveitar bem o dia.

Onde ficar em Hiroshima 

Considerando que você chegará de trem minha sugestão é que você se hóspede próximo da estação de trem. Até porque provavelmente você depois seguirá viagem a partir dali.

avenida hiroshima
Uma das principais avenidas de Hiroshima, que liga a estação de trem ao Parque da Paz.

Além da praticidade, a localização central da estação de trem facilita usar o transporte público nos passeios, pois as linhas de ônibus e tram (bonde) que servem a cidade possuem paradas por ali.

mapa hiroshima
Mapa com as principais atrações de Hiroshima, mostrando a distância entre elas e a estação de trem.

Essa foi a minha escolha.

Algumas sugestões de hotel em Hiroshima:

fonte hiroshima japao
A região central de Hiroshima é bem ampla e arborizada.

Outra alternativa é se hospedar perto do Parque Memorial da Paz, uma localização mais central e perto dos pontos turísticos de Hiroshima. Essa é uma sugestão que encontrei em vários guias sobre a cidade.

Veja algumas dicas de hotéis abaixo na região do Parque Memorial da Paz:

Como se locomover em Hiroshima

A cidade é bem servida de ônibus, tram (bonde) e ciclovias.

A distância entre a estação de trem de Hiroshima e os principais pontos de interesse é relativamente pequena. Cerca de 15 a 20 minutos de transporte público.

O que fazer em Hiroshima: roteiro de viagem de 2 dias

Dia 1

1. Parque Memorial da Paz

O Parque Memorial da Paz é o principal ponto turístico de Hiroshima.

Está localizado na área devastada pela bomba atômica em 06 de agosto de 1945.

O parque é cheio de memoriais relembrando a tragédia e homenageando as vítimas.

monumento pelas crianças explosao bomba atomica
Esse é o Memorial das Crianças pela Paz. Foi um dos que mais gostei por conta de sua história. A menina no topo representa Sadako Sasaki, que tinha 2 anos de idade no dia da explosão. Ela morreu aos 12 anos de leucemia e durante os anos em que ficou doente ela fazia origamis de pássaros, que representavam esperança e paz. Sua morte gerou uma grande comoção no Japão.
sino pela paz parque japao
O Sino pela Paz, para que seja tocado por todos aqueles contra guerras e as armas nucleares. Os visitantes tocam o sino para desejar um mundo de paz.

Destaque para a Chama da Paz, cujo fogo só será apagado quando eliminadas todas as armas nucleares do planeta.

Um detalhe muito interessante é que o memorial da Chama da Paz é alinhado com o Museu do Memorial da Paz e com a Cúpula Genbaku, a única construção que restou em pé naquela área da explosão da bomba. Ficando entre ambos.

memorial da paz hiroshima japao
O memorial da Chama da Paz que fica exatamente alinhado com a Cúpula da Bomba Atômica lá ao fundo.
parque museu memorial da paz japao
Do outro lado, a Chama da Paz está alinhada com o Museu do Memorial da Paz.

Não é um passeio triste, pelo contrário. A beleza do parque me transmitiu paz e serenidade.

  • como chegar: ônibus – linha 24, parada Heiwa kinen koen; bonde (tram) – linha Hiroshima Port, parada Fukuro-machi ou linhas Nishi-Hiroshima , Eba ou Miyajima, parada Genbaku Domu Mae.

2. Museu do Memorial da Paz de Hiroshima (Hiroshima Peace Memorial Museum)

Localizado dentro do parque, o Museu do Memorial da Paz é imperdível para quem quer aprender e entender sobre a explosão nuclear e suas horríveis consequências.

museu memorial da paz japao predio
Prédio do museu

Um museu pesado, triste, mas essencial para compreender a dimensão da tragédia.

Há recordações do dia fatídico (o relógio que parou na hora da explosão, brinquedos, roupas…) e relatos sobre algumas das milhares de vítimas.

Para se ter uma ideia, só no momento da explosão morreram 66.000 pessoas.

maquete museu memorial da paz hiroshima japao
Maquete explicando sobre a explosão
artefato museu memorial da paz japao
Brinquedo de uma criança
roupas exposiçao museu memorial da paz hiroshima
Roupas de vítimas da explosão

Impossível sair de lá sem escorrer uma lágrima e uma profunda tristeza com a humanidade.

  • como chegar: do mesmo modo que ir para o parque.
  • horário: diariamente. De março a julho de 8h30 às 18h. Agosto de 8h30 às 19h. De setembro a novembro de 8h30 às 18h. De dezembro a fevereiro de 8h30 às 17h.
  • valor: 200 iene (adulto)
  • site: hpmmuseum.jp

3. Cúpula Genbaku (também chamada de Domo da Bomba Atômica)

A Cúpula Genbaku era um prédio comercial e foi a única construção que restou em pé na área do hipocentro da explosão. Estava a apenas 160m.

Localizado nas margens do rio, compõe uma bela imagem, tendo sido parcialmente restaurado em 1967 com doações dos japoneses a partir de uma campanha nacional.

cupula explosao bomba atomica japao
A Cúpula fica nas margens do rio Ota

Por sua importância histórica, a Cúpula da Bomba Atômica é considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

cupula genbaku o que fazer em hiroshima
Detalhe da cúpula
domo da bomba atomica roteiro de viagem hiroshima
Um pouco mais de detalhe da estrutura do prédio

Não podemos entrar na construção, só vê-la. Por ali ficam voluntários que contam como foram os dias da tragédia.

Boa parte desses voluntários são sobreviventes ou filhos de sobreviventes da explosão.

Conversei com um senhor que estava na barriga da mãe. Ela estava grávida dele. Ele compartilhou como a mãe sobreviveu à detonação e seu pai não, bem como foram os dias seguintes dela.

Um relato muito tocante. Mas contando sem rancor.

  • como chegar: do mesmo modo que para o parque
  • horário: diariamente, 24 horas por dia

4. Jardim Shukkeien

O Jardim Shukkeien é lugar mais bonito que visitei no meu roteiro de viagem em Hiroshima.

jardim Shukkeien hiroshima japao
O jardim é lindo demais

Esse jardim não estava no nossos planos, mas passamos por ele e ficamos curiosas…. ao entrar foi puro encantamento.

Olhando tanta beleza daquele jardim tipicamente japonês é difícil imaginar que ali, após a explosão, foi um hospital de campanha e onde muitas pessoas morreram.

lago tartarugas jardim Shukkeien roteiro de viagem hiroshima
O detalhe das tartarugas.
lago carpas jardim Shukkeien
Como um bom jardim japonês, não poderiam faltar carpas

O passeio é basicamente andar pelo jardim, admirar a paisagem e sentir a paz que só um jardim japonês pode transmitir. Amei!

  • como chegar: tram – linha Shirashima, parada Shukkeien-mae
  • site: shukkeien.jp

5. Rua Handori

Uma rua coberta e uma das principais ruas de pedestre em Hiroshima. Cheia de lojas e restaurantes.

Fomos lá de noite para passear e jantar.

Aqui comemos okonomiyake, a “panqueca japonesa” que nasceu em Hiroshima. Esse é um dos meus pratos japoneses favoritos!!! Pena que é tão difícil de encontrar aqui no Brasil…

okonomiyake prato comida japonesa
Amo!!!

Aliás, veja aqui como é a experiência de comer no Japão.

Dia 2

Reservei o segundo dia do roteiro de viagem em Hiroshima para conhecer a Ilha de Miyajima, localizada a apenas 10km de distância.

Um passeio de dia inteiro tão bacana que merece um post só dele! Aguarde! 🙂

Para chegar em Miyajima é preciso pegar um trem e depois um ferry (ambos incluídos no JR Pass).

Vou deixar para você um teaser. O majestoso toori e os cervos que andam livremente pela ilha.

toori miyajima japao
Esse toori tem história!
cervos ilha miyajima japao
Os cervos são fofos !

O que ficou de fora do meu roteiro em Hiroshima 

Se tiver mais dias de viagem é possível incluir outras programas na sua lista de o que fazer em Hiroshima.

1. Castelo de Himeji

Na cidade de Himeji está localizado o Castelo de Himeji, um impressionante castelo, patrimônio histórico da Unesco e tesouro nacional do Japão.

O Castelo de Himeji é o mais visitado no país!

Pesquisei alguns roteiros que sugeriram fazer uma parada na cidade no trajeto entre Kyoto e Hiroshima, apenas para visitar o castelo.

2. Castelo de Hiroshima 

Como havíamos visitado no dia anterior o Castelo de Osaka, não nos animamos de conhecer esse castelo.

Outra razão que tirou o nosso interesse é que o Castelo de Hiroshima é uma reconstrução do castelo original do século XVI, já que o castelo original foi destruído pela bomba nuclear.

3. Museu de Arte Contemporânea de Hiroshima (Hiroshima City Museum of Contemporary Art)

Inaugurado em 1989, o Museu de Arte Contemporânea de Hiroshima é focado, principalmente, na apresentação de obras de jovens artistas.

É o principal museu da cidade após o Museu do Memorial da Paz.

Conclusão: o que fazer em Hiroshima em 2 dias

Uma viagem para Hiroshima é encontrar o passado e o presente em um só lugar. Uma combinação de tragédia e renovação. O pior e o melhor do homem.

parque flores japao
Hiroshima é muito arborizada e florida

Por isso, se estiver viajando pelo Japão, vá a Hiroshima! Uma experiência enriquecedora se você estiver com o coração e mente abertos.

Lembre-se:

Se for reservar hotel, use nossa parceria com o Booking, sem custo adicional.

Ao contratar seguro saúde (obrigatório na Europa), veja nossa parceria com a SegurosPromo. Use o cupom LETSFLYAWAY5 para 5% de desconto.

Compre passeios e ingressos com as nossas parcerias com a Get Your Guide , Tiqets e Civitatis. Compare!

Para alugar carro, veja com a RentCars.

Se precisar comprar chip de viagem internacional para internet e telefone, use a nossa parceria com a Viaje Conectado. ou com a OMeuChip (cupom LETSFLYAWAY para 15% de desconto).

Veja a a lojinha de produtos para viagem da Let’s Fly Away ou use diretamente a nossa parceria com a Amazon.

Se quiser mais dicas sobre a Terra do Sol Nascente, veja o meu guia do Japão, com tudo o que já publiquei sobre o país.

Espero que tenha gostado da minha lista de o que fazer em Hiroshima. Alguma dúvida? Alguma sugestão para incluir no roteiro de viagem em Hiroshima? Deixe seus comentários!

Receba matérias por email!

Post Autor
Lulu Freitas Gorges
Carioca que ama viajar. Meu lema: "Vivo para viajar. Viajo para viver". Compartilho aqui minhas experiências de viagens pelo mundo, com dicas sobre tudo o que conheci e adorei.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *