Receba matérias por email!

O que fazer em Glasgow

Home  »  DestinosEscóciaEuropaGlasgow   »   O que fazer em Glasgow

O que fazer em Glasgow? Bem, Glasgow é a maior cidade da Escócia e há algumas atrações bem interessantes que valem a pena a visita durante uma viagem pelo país.

Glasgow (em gaélico significa “lindo lugar verde”) não tem a beleza estonteante de Edimburgo, mas é uma cidade organizada e bastante jovem por conta da prestigiosa Universidade de Glasgow.

A arquitetura é bastante eclética, numa mistura bastante natural que vai do estilo vitoriano ao moderno.

Acho que dois ou três dias são mais do que suficientes para conhecer a cidade. Porém, se você estiver com pouco tempo, como eu, dá para perfeitamente fazer um bate-volta a partir de Edimburgo para conhecer os pontos principais de Glasgow.

Há linhas de ônibus ligando as duas cidades, bem como trem em abundância. Se for de ônibus, você descerá na Buchanan Bus Station, se optar pelo trem dê preferência pela Glasgow Queen Street Station. Ambas fica próximas à praça George Square, a principal praça da cidade.

Eu optei por ir de trem já que o meu hotel em Edimburgo era bem próximo da estação. Foi bastante fácil comprar passagem, na hora mesmo. Há trens com muita frequência. Dica: comprando  de uma vez as passagens de ida e volta sai mais barato.

As atrações não são concentradas em uma área delimitada da cidade como em Edimburgo, por exemplo. Assim, para conhecer o que é mais interessante é preciso pegar metrô, ônibus ou um hop on-hop off. Eu usei esse último por ser mais prático para um único dia de passeio (apesar de mais caro) e acho que foi uma boa escolha, porque consegui otimizar bastante o tempo.

A lista que elaborei são das principais atrações da cidade que consegui ver num único dia. Evidente que muitas coisas ficaram de fora.

Registro que Glasgow possui um forte comércio. Então, se quiser fazer algumas comprinhas por lá você encontrará todas as principais lojas e marcas mundiais na Buchanan Street, Sauchiehall Street, Argyle Street e Ingram Street. Essas ruas ficam próximas da George Square. Porém se estiver, procurando roupas mais descoladas, de jovens designers, o local certo é a Byres Street.

compras glasgow
Comprinhas.
shopping glasgow escocia
Esse prédio é um shopping. Incrível, não é?

Ah! Não posso esquecer de mencionar os excelentes restaurantes na cidade. Almocei e jantei super bem, em lugares bacanas e a bom preço. A oferta é grande e bem variada.

1. George Square

george square glasgow escocia

Como disse, é a principal praça de Glasgow. É repleta de estátuas de personalidades britânicas, como a rainha Vitória, e onde está localizada a Prefeitura.

Há também um monumento aos combatentes da 1ª Guerra Mundial.

2. Glasgow Cathedral e St. Mungo Museum

catedral de glasgow

A Catedral de Glasgow é a igreja mais importante da cidade, cujo padroeiro é Santo Mungo, quem trouxe a fé cristã para a Escócia no século VI.

É o prédio mais antigo de Glasgow, dizem que erguido onde St. Mungo foi enterrado. Era uma igreja católica cuja construção se iniciou na Idade Média. Após a Reforma Protestante se tonou um templo presbiteriano.

A entrada é de graça e há visitas guiadas que contam um pouco das história desse marco da cidade.

catedral-glasgow

interior da catedral de glasgow
O interior da igreja é bem sóbrio.

Achei o interior da catedral simples, sem grande ostentação. Acho que dá para perceber pelas fotos…

Em frente à catedral há o St Mungo Museum, que apesar do nome não é dedicado ao santo.

st mungo museum
St. Mungo Museum, bem em frente à catedral.

Seu objeto é a diversidade cultural e religiosa, mostrando um pouco das principais religiões mundiais e a importância da tolerância. A entrada é franca.

exposição st mungo museum
A mensagem é: todas as religiões são importantes, nem melhores nem piores.
3. Necropolis Graveyard

necropolis graveyard glasgow escocia

Atravessando um portão da catedral entramos no cemitério Necropolis. Subindo uma colina no cemitério é possível tirar fotos interessantes da cidade e da Glasgow Cathedral.

entrada glasgow graveyard

4. People’s Palace and Winter Gardens

people museum glasgow escocia

O People’s Palace é um museu localizado no Green Park, uma grande área verde da cidade. Achei o parque bem sem graça, pouco arborizado.

green park glasgow escocia
Green Park.

O objeto do museu é a história da cidade e de seus moradores de 1750 até o século XX. Exposições temáticas fazem um retrato de como os escoceses viviam e trabalhavam ao longo das décadas. Tem exposição sobre a vida na prisão, durante a 2ª Guerra Mundial e por aí vai.

Um dos destaques do museu é o Winter Gardens, um jardim de inverno, que parece uma estufa, super lindo, cheio de vegetação onde está localizado o restaurante do museu.

winter garden glasgow escocia
Lindo esse jardim de inverno!

O museu não funciona às segundas-feiras e a entrada é de graça.

5. Kelvingrove Art Gallery and Museum

kelvingrove museum glasgow

Pertinho da Universidade de Glasgow está a Kelvingrove Art Gallery. Um museu bem eclético, com arte moderna, clássica, pinturas, esculturas e uma seção voltada para crianças.

kelvingrove-elvis

kelvingrove museum
De Elvis a dinossauro, de tudo um pouco nesse museu!

Um dos destaques é uma obra do Salvador Dali chamada Christ of St John of the Cross, há uma grande seção do museu contando a história da sua aquisição e explicação da sua criação. É uma obra bastante interessante (não é permitido fotos).

O Kelvingrove é o maior museu de Glasgow e o prédio, de 1901, é lindo por si só.

interior do kelvingrove museum
O interior do museu.

Como todos os principais museus de Glasgow, a entrada é franca.

Ah! Quando estive lá uma cerejeira enorme que fica em frente ao museu estava toda florida. Impossível não tirar milhões de fotos dela! Ninguém resistia rsrs Foram muitos selfies rsrs

cerejeira-glasgow

flor cerejeira glasgow escocia
A natureza é incrível, não é?
6. Riverside Museum

riverside museum glasgow escocia

Às margens do rio Clyde fica o Riverside Museum, com uma bela arquitetura, que lembra as ondulações da água do rio.

O museu é dedicado aos diversos meios de transporte e é bastante pequeno, em 1:30 horas, no máximo, se passeia por ele todo.

É um museu que faz muito sucesso com as crianças (e com os altinhos), porque é bastante divertido poder ver trens, barcos, bondes, carros etc., antigos e modernos, de verdade. Há muita interatividade, podendo entrar ou tentar contato com alguns dos 3.000 objetos em exposição.

automoveis-riverside-museum automoveis riverside museum

Achei esse museu uma versão mais simples e menor, porém igualmente legal, do Science Museum de Londres.

A entrada é franca.

7. Tall Ship

tall ship glasgow escocia

Em frente ao Riverside Museum está o Tall Ship, construído no final do século XIX. Ele passou por um processo de restauração em 2010, que demorou dois anos para ser concluído.

placa tall ship glasgow
Todos a bordo!

O passeio por dentro do navio é bem, bem rápido, onde podemos ver como era um navio daquela época e como viviam os marinheiros. A criançada se divertia muito.

cozinha-tall-ship

interior tall ship glasgow
Não era nada fácil a vida dos marinheiros. Tudo apertadinho…

Como é de graça vale o pit stop.

…………………………………..

Uma das coisas que não deu tempo (e eu estava bem a fim) foi fazer uma visita pela Universidade de Glasgow. Então deixo a dica: há visitas guiadas de 5a a domingo, às 14hs. É preciso agendar.

Deixe suas dicas de Glasgow. O que mais podemos conhecer de legal por lá?

Receba matérias por email!

Post Autor
Lulu Freitas

Carioca que ama viajar. Meu lema: “Vivo para viajar. Viajo para viver”. Compartilho aqui minhas experiências de viagens pelo mundo, com dicas sobre tudo o que conheci e adorei.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais fotos de minhas viagens

Siga o blog no Instagram, por lá rolam muitas outras fotografias dos lugares mais lindos que já visitei. São fotos de viagens, lugares, roteiros de viagens e dicas com passeios surpreendentes.

Junte-se ao Instagram